1. Home
  2. Notícias

UNESCO traz mais de 500 educadores a Foz

UNESCO traz mais de 500 educadores a Foz

Mudanças climáticas, refugiados, sustentabilidade estão entre os temas discutidos por diretores e coordenadores de escolas públicas e privadas de todo o País

Acostumado a se ver nas últimas colocações de rankings que medem a qualidade de ensino, o Brasil tem também motivos para se orgulhar no campo da Educação. O País possui a segunda maior rede de escolas associadas à UNESCO em todo o mundo – atrás apenas do Japão –, e reconhecidamente uma das mais ativas.

As 364 escolas públicas e privadas participantes, que fazem parte do Programa das Escolas Associadas (PEA) priorizam a educação em valores em seus projetos pedagógicos, principalmente aqueles prioritários para a UNESCO, como a educação para o desenvolvimento sustentável, a aprendizagem intercultural e a cultura da paz, bem como os grandes temas do Sistema das Nações Unidas.

Quem quiser ver como funciona esta rede, que forma uma verdadeira comunidade de aprendizagem unida por valores comuns, terá uma chance especial: nos dias 27, 28 e 29 de setembro acontece, em Foz do Iguaçu, o Encontro Nacional das Escolas Associadas da UNESCO. Realizado anualmente de forma itinerante por diferentes estados brasileiros e aberto a todos os interessados, o Encontro Nacional se tornou um dos mais vivos eventos educacionais brasileiros, com uma proposta ligada ao cotidiano da escola e fundamentado nos temas da UNESCO.

Este ano, o evento abrangerá projetos ligados às mudanças climáticas, ao desenvolvimento sustentável e à cidadania global debatidos em sua maior parte por diretores e coordenadores das escolas associadas, bem como daquelas que esperam a aprovação de sua inclusão no Programa.

O Encontro é aberto a todas as escolas e educadores interessados, e terá conferências nacionais e internacionais, bem como apresentação de boas práticas. Entre os confirmados estão o senador Cristovam Buarque, o pesquisador Paulo Artaxo Netto, o jornalista Caio Dib, o TED Fellow e Explorador da National Geographic, Aziz Abu Sarah, entre outros. Já confirmaram presença também representantes das redes de escolas de Espanha e de Portugal. Autoridades da educação brasileira também estarão no Encontro.

Neste evento, serão certificadas 77 novas escolas, em boa parte da rede pública. Assim, cada vez mais o programa busca representar a diversidade da educação brasileira. Basta ver que as apresentações das escolas quilombola e indígena estão entre as mais aguardadas.

A programação completa está em:  
www.peaunesco.com.br/encontro2017/programa.asp

Para se inscrever no Encontro Nacional, acesse o site:
www.peaunesco.org.br

Sobre o PEA, no BRASIL
O PEA brasileiro, hoje, representa mais de 342 mil alunos e mais de 26 mil professores, em escolas que alinham seus projetos com os objetivos da UNESCO. Dentro do Programa, as escolas têm a oportunidade de trocar experiências, orientar seu projeto pelos valores da UNESCO e de participar de projetos e concursos internacionais. Nos últimos meses, o Brasil esteve representado em eventos da China, no Senegal, Japão, Portugal, entre outros países. Em setembro, alunos e um professor do Colégio Pedro II foram à Tailândia, apresentar projetos inovadores no campo da tecnologia.

Serviço:
Encontro Nacional das Escolas Associadas da UNESCO
Dias: 27, 28 e 29 de setembro
Local: Foz do Iguaçu (Bourbon Cataratas Convention & Spa Resort)

(Assessoria)