1. Home
  2. Notícias

PTI construirá acesso próprio e independente da barreira de Itaipu

PTI construirá acesso próprio e independente da barreira de Itaipu
Via terá início próximo à entrada do bairro Vila C - Marcos Labanca/H2FOZ

H2FOZ - Paulo Bogler

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) está com licitação aberta para a contratação de empresa responsável pela construção da obra de acesso independente ao PTI. Conforme o edital, o valor total máximo e estimado do serviço é de R$ 14.571.512,11, com período de execução previsto para um ano e dois meses.

A via de asfalto terá a extensão de 2.659 metros, começando no encontro do bairro Vila C com a Avenida Tancredo Neves e terminando na área sul do PTI. Atualmente, o acesso de pessoas e veículos ao parque tecnológico acontece pela área prioritária da usina, na barreira instalada ao término da rodovia que conduz à hidrelétrica. nacional. 

O PTI funciona nos espaços que foram utilizados como alojamento para operários durante a construção de Itaipu. O parque abriga cursos de instituições de ensino superior como Unioeste, Unila e Universidade Aberta do Brasil. Também recebe incubadoras, empresas e órgão públicos com atuação em pesquisa, ciência, tecnologia, inovação, cultura e desenvolvimento.


Obra facilitará o acesso de pessoas e veículos ao PTI - foto Rubens Fraulini/Itaipu Binacional 

Conforme o estudo de tráfego que consta dos anexos do edital de contratação, o total mensal de pessoas no parque chegou a 6.992, além de 1.278 passes de veículos emitidos. Os dados consideram os meses mais sobrecarregados dos últimos quatro anos e representam crescimento de 11,9% do fluxo de pessoas e 4,2% de carros e ônibus.

O gerente de Infraestrutura e Obras do PTI, Rudi Eduardo Paetzold, explica que o sistema de controle do novo acesso vai ser definido durante a execução da obra, com a equipe de segurança empresarial. Ele detalha a trajetória da via. “A estrada vai ligar a rotatória da Vila C, seguindo pelo lado esquerdo, entre o linhão e a mata, até o extremo sul do parque tecnológico", expõe. 

Necessidade

O PTI justifica a necessidade da obra para reduzir a sobrecarga de operações decorrentes do fluxo de pessoas que acessam a barreira, aumentar a segurança e reduzir a distância percorrida por funcionários, estudantes e professores. O parque também prevê que a obra promoverá maior integração da instituição com a comunidade.

“O compartilhamento do acesso [pela barreira] implica que mesmo os usuários do parque tecnológico tenham que atender às normas estabelecidas para acesso às áreas prioritárias de segurança da usina”, diz a justificativa. “O crescimento exponencial do Parque nos últimos anos acabou sobrecarregando toda a operação de segurança da usina”, informa o edital.


Planta de localização do novo acesso - foto Reprodução

Orçamento

O valor de R$ 14.571.512,11 refere-se à execução de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação, mobilização e desmobilização. Também estão incluídos serviços de meio ambiente, obra de arte especial e administração local. A abertura das propostas das empresas interessadas está marcada para o dia 28 de fevereiro.

Clique para conhecer os detalhes técnicos e de engenharia das obras.

Clique para acessar o edital de licitação.