1. Home
  2. Notícias

Museu do Brinquedo, em Foz, um passeio com gostinho de infância

Museu do Brinquedo, em Foz, um passeio com gostinho de infância
- Foto: Marcos Labanca

H2FOZ @ © Todos os direitos reservados
Texto: Alexandre Palmar | Vídeo: Felipe Xavier | Fotos: Marcos Labanca

Espaço no centro de Foz do Iguaçu tem 600 brinquedos, alguns com mais de 100 anos

O Museu do Brinquedo é um convite ao incrível mundo sem internet. Um universo lúdico formado por trens, carrinhos, aviões, espaçonaves, bonecas de porcelana, bichos de pelúcia e até um urso gigante. São 600 brinquedos, alguns com mais de 100 anos, todos reunidos no mesmo espaço, no centro de Foz do Iguaçu.

É nostalgia pura para adultos e um acervo desconhecido para crianças que nascem e crescem com um smartphone na mão, avaliou o H2FOZ. Fácil fácil o Andy, dos estúdios da Pixar, criaria mil aventuras com os “Woody”e “Buzz Lightyear” de décadas atrás (coloca aí muitas décadas nessa viagem ao passado).  Não é difícil imaginar a seguinte cena.

- O Pato Donald resmunga do calor para o Gato Félix, enquanto os robôs R2D2 e Arthur buscam suas naves no teto sideral. Já os soldadinhos de chumbo pisam fundo nas réplicas dos primeiros carros de Fórmula 1. Lá no canto, o Fofão manda um beijo para a Mafalda, enquanto as bonecas de porcelana estão nem aí para o Pinóquio.  



Filho amado - Idealizador do espaço, o peruano César Cáceres conta como surgiu a coleção. No começo a ideia era só aproximar o filho, então com dois anos, ao universo dos brinquedos. Com o passar do tempo, passou a comprar raridades em lojas de antiguidades, como carrinhos de ferro --hoje com charmosas ferrugens.

Contaminado pela magia do passado, César soltou a imaginação e adquiriu várias relíquias, entre elas uma robusta máquina de escrever Underwood, um relógio de engrenagens à vista, um boneco mecatrônico do Elvis Presley, um cavalinho de metal, fabricado na Inglaterra, em 1917, e um console Atari com vários jogos clássicos.

O acervo está organizado em diferentes ambientes, seja em prateleiras, cristaleiras, nas paredes e até mesmo bem arrumadinhos no chão. São peças da Alemanha, Argentina, Brasil, China, Colômbia, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Peru. Isso só para citar alguns países.

“Estou há três anos em Foz do Iguaçu. Antes parte do acervo era enfeite de um café cultural que abri perto do Parque Monjolo. Era outro conceito. Agora está tudo organizado em forma de exposição interativa. As pessoas podem trocar e brincar e conhecer as histórias e curiosidades de cada brinquedo”, contou ao H2FOZ.

O Museu do Brinquedo está localizado na Rua Engenheiro Rebouças, 968 (ao lado da concessionária Divisa). O horário de funcionamento é das 13h às 22h, de segunda-feira a sábado. O ingresso custa R$ 10 para adultos e R$ 6 para crianças (inclui uma bebida). Menores de 6 anos não pagam. Mais informações pelos telefones (45) 99846-5117 ou 99920-1984.