1. Home
  2. Notícias

Foz do Iguaçu tenta resolver problemas de mobilidade urbana

Foz do Iguaçu tenta resolver problemas de mobilidade urbana

Bruno Soares - Especial para o H2FOZ

Construir mais vagas para estacionar veículos ou investir na malha cicloviária do município? Aumentar a frota do transporte coletivo ou reordenar seu itinerário para integrar as diferentes regiões da cidade? Estas e outras questões têm sido discutidas semanalmente por um grupo de pessoas que trabalha em torno da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Foz do Iguaçu.

A iniciativa é coordenada pelo diretor de gabinete da Prefeitura Municipal, Kalito Stoeckl, e conta com apoio de representantes das secretarias de Planejamento, Obras, Meio Ambiente e Turismo. Entidades civis e acadêmicas, como Associação Ciclística Cataratas do Iguaçu (ACCI) e a Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA), também fazem parte da equipe.

Instituído formalmente por meio de decreto, em meados de agosto, os envolvidos formaram desde então um Grupo de Trabalho (GT) que articula para os dias 23 e 24 de novembro a realização de um fórum sobre o tema.

“A questão da mobilidade urbana é muito complexa e atinge diretamente toda a população. Ao sair de sua casa, não importa se o indivíduo é pedestre ou ciclista, usuário de transporte público ou privado, todos se relacionam de alguma forma ao exercerem o direito que possuem de ir e vir, seja no espaço urbano ou no rural. Diante desta realidade, e com o objetivo de elevarmos o nível de discussão, é que realizaremos o fórum. É fundamental que a população se conscientize e busque apresentar demandas pertinentes ao interesse coletivo”, destacou Kalito Stoeckl.

Para contribuir com esta necessidade de se pensar em mobilidade urbana sob o viés global, a proposta do fórum é promover com a população iguaçuense debates coordenados por especialistas. “O fórum será o primeiro passo rumo ao projeto maior que é a elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. Antes de definirmos o caminho a seguir, precisamos nos capacitar para termos condições de ampliarmos nosso entendimento e sugerirmos ideias pertinentes. Com a ajuda de profissionais técnicos e especialistas, discutiremos projetos e alternativas que respondam aos nossos desafios”, completou Kalito.

Após a fase de discussão popular, o diretor de gabinete da Prefeitura pontua que a Administração Municipal trabalha para viabilizar a contratação de ume empresa que deverá realizar os estudos necessárias para fundamentar as propostas levantadas durante a realização do fórum.

"É importante salientar que as políticas públicas voltadas para mobilidade urbana requerem muito planejamento e conhecimento técnico cientifico com vista ao futuro. A partir do diálogo com as pessoas, buscaremos esta fundamentação teórica por meio da contratação de uma empresa que irá levantar dados e apontar caminhos de acordo com o que há de mais moderno. Com isto em mãos é que conseguiremos, junto ao Governo Federal e outras instituições, financiamentos para executar projetos que tragam desenvolvimento para nosso município", finalizou Kalito Stoeckl.

Os interessados em participar do Fórum sobre Mobilidade Urbana de Foz do Iguaçu devem procurar o gabinete da Prefeitura Municipal.