1. Home
  2. Notícias

Estudantes avaliam balneabilidade de cachoeiras

Estudantes avaliam balneabilidade de cachoeiras
- Foto: Divulgação

Um grupo de estudantes pesquisou a balneabilidade das principais cachoeiras de Foz do Iguaçu.

Os acadêmicos Carolaine Coutinho de Mello, Fábio Cardozo Cáceres e Gabriela de Lima Jung, do Curso de Ciências Biológicas da Faculdade Uniamérica, realizaram testes em cinco destes rios para verificar a qualidade da água verificando se é própria para banho.

Foram realizadas coletas semanais totalizando 5 coletas em 5 rios. Os pontos de coleta foram: Cachoeira do bairro Carimã (Rio Tamanduá); Cachoeira do Boicy (Rio M’Boicy); Cachoeira do Rio Pé Feio (Arroio Pé Feio); Cachoeira da Trilha do Vietnã (Arroio Jupirá); Cachoeira do Rio Monjolo (Rio Monjolo).
Os testes foram realizados conforme resolução 274/2000 Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Destes cinco rios somente um foi aprovado nos testes, o rio Tamanduá é o único próprio para banho.

Os testes realizados avaliam a quantidade de coliformes fecais que são bactérias presente nas fezes de animais de sangue quente, considerados bioindicadores de contaminação fecal. Possivelmente é descartado esgoto nestes rios, pois os testes apresentaram alta densidade de coliformes fecais.
É de grande importância ressaltar que a destinação correta de esgoto é muito importante, pois pode prejudicar os banhistas causando inúmeras doenças como, por exemplo, gastroenterite, hepatite A, cólera entre outras.

Como uma forma de avaliação da balneabilidade das principais cachoeiras de Foz do Iguaçu, resolvemos iniciar este projeto, para, deste modo fornecer dados a fim de colaborar com as medidas de saúde pública, saneamento básico e recreação dos moradores e turistas de Foz do Iguaçu. Faz se necessária a avaliação da balneabilidade para deste modo evitar que a população acabe comprometendo sua saúde.

(Assessoria)