1. Home
  2. Fotos

Erick Gonçalves Castro

Fotografias servem para guardarmos com carinho algum momento especial: Aquele aniversário de dois anos de idade do primeiro filho; Uma paisagem de tirar o fôlego numa viagem; O beijo na noiva depois da permissão do padre. A verdade é que, através de foto, prendemos toda a recordação. Quem nunca viu uma foto e se lembrou de toda a história que a envolveu? As imagens nos remetem àquele passado saudosista, que dá até aperto no coração.

E seguindo esse princípio da fotografia, Erick Gonçalves Castro, de 28 anos, registra “tudo o que um dia sairá da memória”. O paulista, mas iguaçuense de coração há mais de 20 anos, começou a fotografar com câmeras amadoras, pequenas e com poucos recursos, mas depois de comprar a primeira câmera profissional, começou a estudar por conta e a se dedicar mais ao hobby.

“A câmera anda sempre comigo pra que eu não perca um momento sequer”, conta. “Fotógrafo é sempre fotógrafo. Você não ‘está’ fotógrafo, você o é em tempo integral”, acredita. E que bom que esse estado é permanente, porque, se estivesse em um momento desligado, não teria registrado a reza do índio, o homem aprisionando o sol com as mãos ou a criança brincando na água.

O próximo passo para Erick, vencedor do concurso Fotos do Iguaçu, é tornar alguns projetos em realidade. “Planejo algumas exposições no ano que vem, uma delas envolvendo meus colegas fotógrafos. Meu sonho, assim como o sonho de todo fotógrafo é fazer um fotolivro. Mas esse ainda vai levar um bom tempo para se concretizar”, revela. Até lá, muitas cenas serão registradas. Aquelas que valem a pena guardar. Fotos para eternizar momentos.
__________________
Letícia Lichacovski
@leca_dpaula