1. Home
  2. Posts
  3. Atrativos

Complexo Turístico Itaipu

Complexo Turístico Itaipu
Mirante - Caio Coronel

Uma das maravilhas do mundo moderno

Vista por mais de 14 milhões de pessoas de todos os continentes, desde sua inauguração, a hidrelétrica de Itaipu é, segundo a Associação Norte-americana de Engenheiros Civis, uma das sete maravilhas do mundo moderno, ao lado de obras como a ponte Golden State, o canal do Panamá, o Eurotúnel, o edifício Empire State e a torre Canadian National. Em janeiro de 2007, a usina que é motivo de orgulho de brasileiros e paraguaios voltou a ser apontada como uma das obras mais importantes da atualidade, dessa vez em um ranking elaborado por especialistas consultados pela rede de TV CNN.

A hidrelétrica binacional é resultado do esforço de engenharia do Brasil e do Paraguai e de 40 mil trabalhadores, que venceram o desafio de converter em energia elétrica as águas do Paraná, um dos mais caudalosos rios do mundo. Sinônimo de gigantismo, seus números impressionam. Para se ter uma idéia, o volume de concreto usado na construção serviria para construir 210 estádios como o Maracanã, enquanto o ferro e o aço utilizados seriam suficientes para erguer 380 torres como a Eiffel.


Em 2007, a empresa completou o seu projeto original com a instalação de duas novas unidades geradoras de 700 megawatts cada. O adicional de energia equivale a uma usina equivalente a Angra 2 ou a Sobradinho. Agora são 20 turbinas que totalizam 14 mil megawatts de potência instalada. Essa potência, a propósito, só fica atrás da usina chinesa de Três Gargantas, que detém 22 mil megawatts. Mas como o regime de águas do Rio Paraná é mais estável do que o do Yang-Tse, a produção anual de Itaipu é superior, tendo chegado a 94 milhões de megawatts-hora em 2008.

Hoje, o alcance dessa usina se estende para muito além da produção de energia de qualidade. Responsável por mais de um quarto do abastecimento do Brasil e por quase a totalidade do fornecimento ao Paraguai, Itaipu converteu-se em uma das principais molas propulsoras do desenvolvimento econômico e social da região de fronteira entre esses dois países. A missão da empresa incorpora a responsabilidade social e ambiental, o que se traduz em inúmeros programas voltados ao meio ambiente e às comunidades localizadas no entorno do empreendimento.

Atrativos

O lago que alimenta a usina tem 170 quilômetros de comprimento, se estendendo de Foz do Iguaçu aos limites entre os estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. O imenso volume de água resulta em um dos mais belos espetáculos que a hidrelétrica oferece, que é a abertura do vertedouro, com uma vazão 40 vezes superior à das Cataratas do Iguaçu.


Para atender ao crescente número de visitantes, Itaipu tem investido em diversas melhorias de seu complexo turístico, que inclui, além da própria barragem, o Refúgio Biológico Bela Vista, o Ecomuseu e o Parque da Piracema. Além disso, o Centro de Recepção de Visitantes foi reformulado e a usina ganhou uma nova atração: a Iluminação da Barragem.

As possibilidades de passeios pela Itaipu se dividem em Circuito Especial, Visita Panorâmica e Visita Institucional Técnico-científica. Para o turista comum, o recomendável é o Circuito Especial, que inclui passagens pelos mirantes central e do vertedouro, além de uma incursão ao edifício de produção da hidrelétrica. Ali, é possível contemplar as imensas catedrais de concreto sob a barragem.

Endereço

Centro de Recepção de Visitantes, Avenida Tancredo Neves, 6.702


© Portal H2FOZ - Todos os direitos reservados