1. Home
  2. Posts
  3. Atrativos

Reservas biológicas

Parque Nacional Iguazú

Corresponde ao lado argentino do mais famoso e visitado parque brasileiro, com quem divide o privilégio de abrigar as famosas Cataratas. Criado em 1934, o Parque Nacional Iguazú tem 67.620 hectares que foram declarados como Patrimônio da Humanidade devido a suas belezas cênicas e à grande diversidade biológica da selva subtropical.

O parque argentino abriga uma flora com mais de duas mil espécies, desde bromélias, orquídeas, palmeiras e gigantescas árvores que servem de suporte a grande variedade de trepadeiras e, com seus frutos, atraem macacos, quatis, veados, tucanos e muitos outros animais.

São 450 espécies de aves (tucanos, papagaios, macucos) e 80 espécies de mamíferos, entre eles, cinco variedades de felinos. O parque é fundamental para a preservação de espécies ameaçadas de extinção como a onça, a anta, a jacutinga e o macuco.

Parque Provincial Urugua-Í

Com 84 mil hectares, o Parque Provincial de Urugua-Í foi criado em 1990 graças a luta do ambientalista Luís Honorio Rolon. O parque provincial interliga duas áreas verdes de grande importância em Misiones: o Parque Nacional Iguazú e a Reserva Biosfera Yaboti.

Sua principal finalidade é proteger a grande parte das áreas da bacia do Arroio Urugua-Í e minimizar o impacto da represa do mesmo nome, construída a 130 quilômetros da fronteira de Foz do Iguaçu, entre 1985 e 1990.

Parque Provincial de la Araucária

Localizado na cidade de San Pedro, a 180 quilometros da fronteira, o Parque Provincial de la Araucária, criado em 1991, é uma ilha de 100 hectares e sua principal finalidade é proteger uma área praticamente intocada de pinheiros (Araucária agustifolia) de grande valor educativo, recreativo, paisagístico e cientifico.

Parque Provincial Cañadon de Profundidad

Com apenas 19 hectares, localizado a sudoeste de Misiones, no departamento de Candelaria, o Parque Provincial Cañadon de Profundidad, criado em 1991, surpreende pela quantidade de espécies da fauna e flora missioneira.

Parque Provincial Cruce Caballero

Com 432 hectares e localizado na cidade de San Pedro, província de Misiones, o Parque Provincial Cruce Caballero, criado em 1991, tem como sua principal finalidade proteger pinheiros de grande porte e a fauna da região. As sementes dos pinheiros são coletadas e plantadas em áreas nativas degradadas.

Parque Provincial Moconá

Conhecido pelos Saltos do Moconá, fazendo divisa com o Parque do Turvo no Rio Grande do Sul, o Parque Provincial Moconá tem 999 hectares e conserva um ecossistema representativo da selva missioneira e de grande valor ao Rio Uruguai.

Seu relevo é acidentado com ladeiras que caem abertamente nos vales cavados pelo Arroio Yaboti e pelo Rio Uruguai. O Yaboti tem inúmeras corredeiras e remansos que se precipitam sobre o rio Uruguai, formando os saltos do Moconá.

O parque, criado em 1991, é um dos últimos refúgios para a fauna representada por grandes aves e mamíferos. Entre as aves características merece menção o pássaro Campana, de notável cor branca e de canto melodioso, e o Martin Pescador que habita as águas do Moconá.

Parque Provincial Salto Encantado

Com 706 hectares, localizado no Departamento de Cainguás, município de Aristóbulo del Valle, foi criado em 1991 para proteger uma zona turística de Misiones representado pelo Arroio Cuña Pirú que, com seus afluentes, formam uma série de saltos – o maior de 60 metros de altura.

Parque Provincial Teyú Cuaré

Situado no município e departamento de San Ignacio, distante a 170 quilômetros da fronteira brasileira, tem 64 hectares e foi criado em 1991 para proteger as cavernas naturais dentro de sua área que abriga várias espécies de morcegos. Faz parte do sítio das missões jesuíticas, de valor folclórico-histórico-cultural, e tem servido de inspiração ao escritor Horácio Quiroga. De um solo diferente ao comum encontrado em Misiones, o parque se constitui de uma região pré-montanhosa, costeira ao rio Paraná.

Parque Provincial Yacuy

Este parque, de 347 hectares, foi criado em 1991 com finalidade anexar sua área ao Parque Nacional Iguazú (PNI). Localizado ao sul de Misiones, no Departamento General Belgrama, município de Andrés Guacarari, o arroio Yacuy é a sua principal divisa com o PNI. Como é uma área contígua ao PNI é possível observar um grande número de animais de grande porte como a anta, o veado pardo e o gato onça. Também se observou o pato serrucho, ameaçado de extinção, e muito raro na região.

Parque Provincial Esperanza

Localizado no Departamento de Iguazú, município de Esperanza, tem uma área de 686 hectares e é considerado para os argentinos um banco genético de um alto valor biológico. É banhado pelos arroios Urugua-Í, Susto, Tirica, Aguaraí-Guazú, San Juan e Dorado.

O Parque Provincial Esperanza foi criado em 1991 com finalidade de conservar uma mancha de selva que une duas grandes zonas verdes: a Serra Morena, de propriedade privada com um bosque nativo em bom estado de conservação, e o Refúgio Privado Aguaraí-mí.

Refúgio Privado de Vida Silvestre Aguaraí-mí

Localizado em Puerto Esperanza, Departamento Iguazú, o Refúgio Privado de Vida Silvestre Aguaraí-mí, criado em 1998, tem 3.050 hectares divididos em dois setores: um de núcleo intangível de 1.050 hectares, que compreende bosques nativos, e outra área de uso controlado de dois mil hectares. Abriga cerca de 80 espécies arbóreas, o Pau Rosa é a mais marcante, 89 espécies de aves como o Macuco e um número grande mamíferos a onça, o puma e a lontra.

Refúgio Privado de Vida Silvestre San Miguel de la Frontera

Uma área de 5,5 mil hectares no municipio de El Soberbio, Departamento Guarani, limitado pelo arroio El Soberbio e grandes propriedades particulares ainda cobertas de selva. Criado em 1992, faz parte de uma área de 11,4 mil hectares que explora, de forma sustentada, as madeiras da região. Em sua área primária, próximo ao arroio Paraíso, se observa a presença da onça, lontra, anta, tucano grande e da pomba celeste.

Parque Nacional Iguazú
Com uma área de 253,7 mil hectares localizada na Serra Geral, entre os municípios San Pedro e El Soberbio, zona centro-oeste da província de Misiones. A reserva criada em 1993 é constituída por 119 lotes, a maioria de propriedade privada, e dos parques provinciais Moconá, Esmeralda, da área experimental Guarani e da Reserva Papel Misionero. Banhada por diversos rios. Os mais importantes são os arroios Yabotí, Pepirí Guazú, Paraíso e pelo Rio Uruguai.

A flora é impactante e se verifica nas árvores como o guatambu, erva-mate, guajuvira, marmeleiro, guaviróva, maria preta, canjarana e angico.

Quanto à fauna já, foram identificadas 103 espécies de aves e 25 espécies de mamíferos. Se destaca a presença da onça, anta, puma, gato onça, macaco capuchino, lontra.

Aves como pássaro campana, jacutinga, macuco, papagaio de peito roxo, sururura amarela, diferente tucanos, em especial o tucano banana, e o carpinteiro cara de canela.

Parque Provincial de la Sierra Ing. Raul Martinez Crovetto

Um conjunto de quatro saltos do Arroio Garupa é a principal atração do Parque Provincial de la Sierra Ing. Raul Martinez Crovetto, criado em 1996, com 1.088 hectares, localizada no município de San José, Departamento de Apósteles.

Sua finalidade principal é integrar os sistemas de áreas naturais ao sul da província de Misiones que integra uma grande área do distrito de Los Campos e áreas chamadas de floresta de transição na região de Urunday.

Sua mata é considerada semi-natural, formada por espécies como canela de veado, angico vermelho, canjarana, maria preta, guatambu branco e amarelo e guajuvira.

O parque tem um componente faunístico importante principal no que se refere às aves. Nele se encontram espécies como o falcão pomba, falcão tijereta, beija-flor ermitão, sururuca amarelo, tucano grande, raspa folha, bailarina azul. Também se encontra espécies mamíferas como gato onça e veado vira e répteis como o lagarto oveiro e a víbora verde.

Parque Provincial Guardaparque Horácio Forster

Localizado no Departamento General Belgramo, municipio Andrés Guacurarí, tem 4.309 hectares, foi criado em 1996 porque possui uma grande reserva de palmito, árvores como a guatambu e o pau rosa e permite estudos de manejos dessas espécies.

Se integra ao corredor verde porque está muito próximo do Parque Provincial Urugua-Í, separado apenas pela Ruta Nacional 101, e cortado pelos arroios Deseado, Coatí – afluentes do Rio San Antonio de Este.

Tem uma fauna abundante, marca a presença de grupos de queixada, inúmeras aves – entre elas os tucanos; e uma extensa reserva de palmitos – principal alimento de veados e outros herbívoros.

Parque Provincial Fachinal

Uma área de 51 hectares, localizado na bacia do arroio Garupa, no município de Fachinal, ao sul da província de Misiones. Além de árvores da região, em especial o Tatare, abriga oito espécies de anfíbios, uma de réptil, 132 espécies de aves e 10 espécies de mamíferos.

Parque Municipal Mbotaby

Localizado na cidade de Oberá, criado 1991, com 13,5 hectares, é cortado pelo Arroio Mbotaby, tem diversas espécies de aves, entre elas, o tinguaçu e a arma de gato.

Parque Municipal Amado Bondpland

Com apenas dois hectares está localizado ao centro-sul de Misiones, no município General Alvear, Departamento de Oberá. Cercado de áreas cultivadas é usado para estudos de espécies capazes de subsistir em parcela reduzida de floresta.

Parque Municipal Paraje de los Indios

Com 11 hectares, também está localizado no munícipio de General Alvear, departamento Oberá, na união dos arroios El Soberbio e Encantado. É um balneário com serviços para turistas e visitantes. Está próximo a dois saltos de grande beleza: Dois Irmãos e Tobogã. Com esta reserva e o Parque Municipal Amado Bonpland, a comunidade e General Alvear foi a primeira a constituir reservas naturais municipais.

Parque Provincial Isla Caraguatay

É uma ilha de 52 hectares sobre o Rio Paraná, na altura dos portos Caraguatay e Montecarlo, no departamento de Montecarlo. O parque criado em 1991, possui uma mata fechada que abriga várias espécies de mamíferos (quati e macacos), e particularmente, uma grande variedade de árvores.

Refúgio Natural Privado Caá-Porã

Criada em 1990, essa é uma reserva de extrema importância na província de Misiones porque liga o Parque Nacional de Iguazú ao Parque Provincial de Urugua-Í, formando parte do corredor verde com mais de 195 mil hectares. De apenas 41 hectares, ao nordeste de Misiones, departamento General Belgrano, sobre a ruta provincial nº 19, km 2, ao sudoeste do Arroio Deseado. O parque abriga árvores de grande porte como o alecrim, ipê roxo, maria-preta e guatambu branco. Encontram-se 138 espécies de aves: macuco, falcão, pomba castanha e oito espécies do carpinteiro. Também há três espécies de peixes, dois de anfíbios, seis de répteis e sete de mamíferos.

Refugio Natural Privado Chachí

Com 18 hectares, o refúgio criado em 1990 está localizado ao centro sul de Misiones, departamento de Oberá. Seis hectares fazem parte da área intangível do parque. Angico vermelho, loro negro e alecrim estão entre as árvores da reserva. Apesar de ser considerada uma área periurbana, pode ser encontrada uma grande quantidade de pássaros e de mamíferos.

Refugio Natural Privado Chancay

Localizado ao sudeste de Misiones, departamento de 25 de Maio, nas cercanias da localidade de Santa Rita, o refúgio criado em 1991, tem 263 hectares, dos quais 90 são considerados área intangível. Foram levantadas 24 espécies de árvores, 15 espécies de aves e 12 espécies de mamíferos – que incluem o puma, a lontra, a paca e o quati.

Refugio Natural Privado Itacuarahyg

Esta área de 250 hectares, criada em 1989, se encontra na parte Oeste das ladeiras da Serra Central, município de Santiago Liniers, Departamento de Eldorado. Cortado pelo rios arroios Presenta, Cascada e Piray Guazú, sua vegetação correponde uma selva mista onde se destacam árvores de grande porte e fauna composta por gatos titirica e aves como o macuco e a jacutinga.

Refugio Natural Privado la Olvidada

Localizado a sudoeste de Misiones, departamento Candelaria, com 50 hectares, tem uma boa diversidade de aves, com 33 espécies, e de mamíferos, como a gazela parda, tatu e porco espinho.

Refugio Natural Privado Lapacho-Cué

Com 160 hectares, dos quais 50 estão em área intangível, criado em 1991, está localizado ao noroeste de Misiones, departamento de Eldorado, sobre o arroio Piray-Miní. Com boa diversidade vegetal, ali se encontram 58 espécies de árvores (cedro, ipê roxo, guatambu), além de 19 espécies de borboletas, 76 espécies de aves (jacutinga, maracanã, papagaios, tucanos) e nove espécies de mamíferos.

Refugio Natural Privado las Antas

Com 327 hectares, dos quais 55 em área intangível, também está localizado no departamento de Eldorado, ao noroeste de Misiones. Protege uma floresta vizinha ao Arroio Piray-Miní e seu afluente Deseado. Tem 76 espécies de aves e 14 espécies de mamíferos.

Refugio Natural Privado Paraíso

Parte de uma área de 12 mil hectares, tem 5,5 mil hectares e está localizado ao centro de Misiones, departamento de Guarani, sobre a margem direita do Arroio Paraíso até a sua foz no Rio Uruguai. Protege uma faixa retangular entre os arroios Paraíso, 7 Vueltas, Yerbas, El Soberbio até Moconá. Integra ainda a Reserva de la Biosfera Provincial Yabotí.

Reserva Privada El Paraíso

Com 440 hectares, está localizada ao nordeste da provincia de Misiones, município de Jardim América, departamento de San Ignácio. Noventa e cinco por cento de sua área são inacessíveis. A reserva, criada em 1998, mantém as características da selva missioneira, com fauna e flora de boa diversidade.

Refugio Natural Privado Saltiño

Localizado a sudeste de Misiones, com dois mil hectares (200 estão em área inacessível), sobre o Rio Uruguai junto a desembocadura do Arroio Saltiño, no departamento de 25 de Maio, próximo a localidade de Colônia Aurora. Já se levantou 40 espécies de vegetais – árvores como sabugueiro, jacaratá –, 81 espécies de aves (galinha negra, tucanos), duas espécies de mamiferos (macaco e quati) e cinco espécies de répteis – quatro delas venenosas.

Reserva Ictica de Caraguatay

Com 199 hectares, localizada ao noroeste de Misiones, um dos setores mais povoados da província, no departamento de Montecarlo, próximo a Colônia Caraguatay, a pouco metros da ruta nacional nº 12.

A reserva intangível criada em 1991 através de um convênio entre a Fundación Vida Silvestre e a empresa La Misionera, proprietária da área, protege um interessante remanescente da floresta missioneira junto ao arroio Paranay-Guazú.

Reserva Florestal Provincial Guarani

Localizado no centro de Misiones, departamento Guarani, tem 16 mil hectares, dos 30 mil que possuía originalmente. É o último remanescente das reservas florestais próximas ao Parque Provincial Urugua-Í.

Reserva Natural Privada el Piñalito

Criada em 1997, com 3.796 hectares, localizada no Centro-oeste de Misiones, departamento de San Pedro. Sua flora se destaca pela abundancia de espécies, apesar da exploração que colocaram em risco o cedro, a canjarana, o angico vermelho e o guatambu. O mesmo problema extinguiu há 30 anos o pinheiro. Entre as orquídeas se detectaram 26 espécies distintas. Também se encontram 18 espécies de borboletas, quatro de anfíbios, quatro de répteis, 88 de aves e 23 espécies de mamíferos (macaco, tatu, roedores e carnívoros).

Reserva Privada Yaguarundi

Localizada ao centro de Misiones, departamento de Monte Carlo, com dois mil hectares, com densa vegetação, arroios e saltos. A reserva, criada em 1999, busca abrigar uma mostra representativa da floresta para protegê-la e também as espécies que nela habitam. A reserva é uma das poucas a oferecer as melhores condições para o turismo alternativo. A natureza intacta pode ser visitada através de safáris pelos arroios e cascatas, avistamento de aves e outros animais. Possui estrutura para camping terrestre e cabanas rústicas.

Reserva Natural Estricta San Antonio

Localizada a nordeste de Misiones, próxima à localidade de San Antonio, departamento General Belgrano, criada em 1990, tem 450 hectares, formados por um bosque reflorestado as margens do rio San Antonio. Seu plano de manejo está sendo levantado.

Reserva Palmitera Provincial General Belgrano

Com 5,5 mil hectares, está localizada ao nordeste de Misiones, departamento General Belgrano. Trata-se de uma reserva que fomenta o aproveitamento racional do palmito, protegendo as matas que circundam os arroios Verde, Deseado, Antas – afluentes do rio San Antonio.

Outras reservas

Reserva Nacional Iguazú (anexada ao Parque Nacional Iguazú – 12.620 hectares), Reserva de Corpus (sem dados), Reserva Cerro Azul (384 hectares), Reserva Cuartel Rio Victoria (400 hectares), Refúgio Timbó Gigante (199 hectares), Parque Provincial Esmeralda (31.569 hectares), Parque Provincial Valle Del Arroyo Cuña-Pirú (12.522 hectares), Área Guarani (5.343 hectares), Reserva Salto Küppers (64 hectares), Paisaje del Lago Urugua-Í (8 mil hectares), Parque Municipal Yarará (sem dados), Parque Municipal Lote C (84 hectares), Reserva Papel Misionero (10.397 hectares), Parque Municipal Luis Honório Rolón (sem dados), Monumento Saltos Del Moconá (sem dados), Reserva Ing. Florêncio Basaldúa (249 hectares), Reserva Tomo (1.441 hectares), Reserva Santa Rosa (439 hectares), Reserva Aguara-Í-Miní (64 hectares), Reserva Antonio Orloff (sem dados), Reserva Ing. Barney (50 hectares), Paisaje Andrés Goi (12 hectares), Reserva Puerto San Juan (250 hectares), Reserva Jacutinga (570 hectares) e Parque Provincial Ing. Agrônomo Roberto Camet (sem dados).

© Portal H2FOZ - Todos os direitos reservados