1. Home
  2. Notícias

Foz do Iguaçu recebe exposição inédita Conexão Estação Natureza

Foz do Iguaçu recebe exposição inédita Conexão Estação Natureza

Público poderá visitar a exposição gratuita até 17 setembro no Shopping Catuaí Palladium e  vivenciar experiências sensoriais e interativas da riqueza natural que muitos desconhecem

Unir o contato com o meio ambiente e a tecnologia, proporcionando a interação entre as famílias, é o principal objetivo da Conexão Estação Natureza em 2017. A exposição itinerante, promovida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, chega pela primeira vez à Foz do Iguaçu no próximo domingo (3) instalada no Shopping Catuaí Palladium. A mostra gratuita permanece na cidade até o dia 17 de setembro e finaliza suas passagens por cidades brasileiras em 2017.

Buscando mobilizar as famílias para um contato maior com a natureza, a exposição oferece aos participantes recursos tecnológicos que permitem experiências sensoriais e interativas, que podem ser vividas de forma conjunta, aumentando a preocupação com a conservação. “Vemos a mostra como uma forma de levar às pessoas a riqueza de elementos que temos no meio ambiente e que, muitas vezes, não são percebidos pela rotina do nosso dia a dia. Em outros anos pudemos perceber o encantamento do público ao deixar a mostra, não só pelos recursos tecnológicos, mas também pela riqueza natural que muitos desconhecem. Acreditamos que apresentar isso de uma forma totalmente lúdica e participativa é uma excelente maneira de conscientizar”, analisa Malu Nunes, diretora executiva da Fundação Grupo Boticário.

A presença forte da tecnologia na vida familiar e a ausência de uma interação conjunta, principalmente em ambientes inseridos na natureza, faz com que a exposição se torne ainda mais importante para promover esse convívio saudável. As atrações são para todas as idades e proporcionam uma forma diferente de cada indivíduo compreender o seu papel na conservação da natureza. Desde o seu lançamento, em 2015, o Conexão Estação Natureza teve 22 passagens por 19 cidades brasileiras, impactando mais de dez milhões pessoas.

Com a intenção de levar a Conexão para o maior número de pessoas, todo o projeto foi concebido com acessibilidade a portadores de deficiências físicas, visuais e auditivas, aumentando o impacto da exposição. Ao todo são sete estações que se comunicam entre si e oferecem experiências únicas aos participantes.

Tecnologia nas mais diferentes formas
Está tudo conectado: essa é a grande mensagem da Conexão Estação Natureza. E para que as pessoas possam experimentar essa ideia foram desenvolvidas diversas estações, sendo a principal delas a Estação Conexão. Nela, está um cinema sensorial de seis telas dispostas em 360 graus, que é uma verdadeira imersão em paisagens naturais de tirar o fôlego. Enquanto as pessoas assistem ao vídeo e aprendem como estão conectadas ao meio ambiente, também podem sentir o vento, o calor, a chuva e aromas diversos da natureza.

Em outros momentos, as mudanças climáticas são o foco. A Estação Conservação na Prática - motion by hands - permite que as pessoas utilizem suas mãos em cima de uma tela, sem precisar tocá-la, e interajam nas diversas fases de um jogo sobre o assunto. “As alterações do clima e suas consequências para a sociedade são o foco dessa atividade. Todos sabemos que o mundo passa por essas mudanças, mas quando sentimos isso de perto somos ainda mais impactados”, alerta Thaís Machado, coordenadora da exposição.

Nessa mesma estação, foi desenvolvida uma espécie de enciclopédia sobre o ecossistema marinho e as seis grandes regiões naturais brasileiras, chamadas de biomas: Amazônia, Pantanal, Pampa, Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado. Em um mapa ‘touch’, os visitantes poderão acessar informações sobre fauna, flora, características, aspectos culturais, grau de ameaça de espécies, entre outras, dessas regiões. Também é possível assistir a um filme que mostra as duas reservas mantidas pela Fundação Grupo Boticário: Salto Morato e Serra do Tombador, e conhecer mais sobre os serviços ambientais e a importância das unidades de conservação.

Na Estação Guardiões da Natureza, o recurso utilizado é o Kinect, uma das mais interativas plataformas de games, na qual os personagens do jogo repetem na tela os movimentos realizados pelos participantes. A diferença é que o jogo será sobre serviços ambientais e deverá explorar a diversão do trabalho em equipe e em família.

Já na Estação Belezas Naturais, a tecnologia fica por conta dos óculos rift de realidade virtual. Nesse ponto, os participantes fazem uma viagem virtual até a Reserva Natural Salto Morato, mantida pela Fundação Grupo Boticário e localizada no litoral do Paraná e, dentro do maior trecho contínuo de Mata Atlântica do País.

Outra atração é a Estação Power Station, estação composta por três bicicletas “inteligentes” que, ao serem pedaladas, geram energia limpa para carregar celulares. Além disso, durante os exercícios, o público também pode conferir o ranking de pedaladas por cidades por onde a exposição já passou, distância percorrida, entre outros dados. O principal objetivo dessa estação é mostrar aos visitantes como algumas ações rotineiras podem contribuir para reduzir a mudança climática no planeta.

Por fim, ao chegar na Estação Eu Curto, o visitante se depara com uma área dedicada à pesquisa inédita desenvolvida para avaliar o grau de sensibilização. Com base nas respostas é possível saber se a pessoa não entendeu o conteúdo; se ela compreendeu, mas não está sensibilizada; ou se assimilou que está conectada e desenvolveu algum tipo de sentimento com relação à temática. “Este espaço avalia o nível de interação e entendimento dos participantes com a experiência da mostra. Essa pesquisa é extremamente importante para entendermos de que forma estamos contribuindo com informações e conhecimento à população”, explica Thaís.

Para fechar, representando a conexão entre as pessoas e a natureza, a Estação Beleza e Arte traz uma escultura de um boto-cor-de-rosa com seus filhotes, criada a partir de arames, fios e tecidos artesanais.

Histórico de sucesso
Premiada por dois anos seguidos (2015 e 2016), a exposição Conexão Estação Natureza foi finalista também em 2017 do Prêmio Caracol de Plata - que reconhece mensagens de benefício social ibero-americanos. Nos anos anteriores, a mostra foi reconhecida pelos prêmios Aberje - Região Sul, conquistando o primeiro lugar na categoria Comunicação e Relacionamento com a Sociedade (2015), e Colunistas Paraná 2015, com o segundo lugar na categoria Evento Cultural ou de Lazer. Em 2016 o reconhecimento veio com o Prêmio Chico Mendes 2016.

SERVIÇO
Exposição Conexão Estação Natureza
Data: de 03 a 17 de setembro
Local: Praça de Eventos do Shopping Catuaí Palladium
Endereço: Av. das Cataratas, 3570 - Vila Yolanda, Foz do Iguaçu - PR
Horários: De segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 11h às 20h.
Telefone: (45) 3939-0000
Classificação: Livre
Entrada e estacionamento gratuitos

(Assessoria)